segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O fã e seus exageros




Há muito tempo venho percebendo como o público de "modinhas atuais" agem em redes sociais, votações de prêmios e em outras babaquices. Quando digo "modinhas atuais" estou me referindo às bandas musicais que, de certa forma, todos passam a gostar, como: One Direction, Restart, Pollo, Conecrew Diretoria, Projota, aquele cara que canta "Camaro amarelo", entre outros.

Ok, sei que vocês devem estar pensando: " Tá, Giovanna. Mas qual é o problema nisso?"

O problema é que a maioria das pessoas que gostam dessas malditas modinhas não se satisfazem em apenas ouvir e curtir seu gosto musical em paz e também não conseguem respeitar quem não curte; elas só ficam realmente satisfeitas quando vão ao twitter e postam coisas totalmente desnecessárias, exemplo "Ai, o fulano é muito lindo, quem não gosta dele só pode ter algum problema" ou então nem conhecem a banda e falam "AmOoOoO tal banda ", fora os que se dizem " vida loka ", e que costumam afirmar  " não gosta não sabe o que esta perdendo". Saibam que cada um tem o artista que satisfaça o seu desejo musical. Pois eu não gosto de Justin Bieber, Restart, ConeCrew,  Pollo, 1D... E nem por isso tenho algum problema. 
Quero deixar bem claro: é uma burrice não respeitar a escolha do outro. '-'

Sem deixar de falar de certos eventos... 

Outro fato, totalmente exagerado, é quando tem votações de prêmios. Os fãs se matam, quase sangram os dedos no teclado pra conseguir alcançar o tal objetivo, se revoltam no twitter e só faltam ficar de jejum pra conseguir algo do artista, como mandar 100 mentions iguais. Na boa, isso pra mim é querer aparecer, só digo isso... Pois com tanta louça em casa pra lavar, tanto chão pra limpar, roupa pra passar,  E AS PESSOAS NÃO TENTAM VIVER A SUA VIDA DE MANEIRA NORMAL?
Por favor, né. Quem gasta tempo com isso provavelmente não tem nada pra fazer. Pessoas assim deveriam gastar seu gracioso tempo com coisas úteis e importantes, como estudar português, por exemplo. Espero que um dia vocês entendam: Que nem sempre o melhor artista ganha um prêmio VMB, VMA... Pelo contrário, ganha o melhor no lado comercial. Essas premiações visam somente o capital, abram a mente.



Galera, se vocês curtem algo: Leêm, vêem, assistem, ouçam, se jogam no cantor, se matem de amor, façam tatuagem... MAS FAÇAM O FAVOR DE TER UM MÍNIMO DE RESPEITO COM QUEM NÃO GOSTA. E outra, não é porque eu não gosto de um músico que significa que o trabalho dele é um lixo (Não gostar não significa que seja ruim).E claro, não gaste tempo com coisas inúteis. A maioria das premiações visam o lado comercial da musica.

E é isso galera, se quiserem comentar e dar opiniões... Estão livres!


Giovanna
@MeninaGuadalupe

4 comentários:

  1. Concordo muito com tudo que tu falou e pá, só que tipo achei errado falar que Projota é modinha. quem conhece a história do Thiago, de verdade, do que ele batalhou pra está onde está hoje, não faz dele um artista que fala o que as pessoas querem ouvir. Claro, óbvio, que tem centenas de fãs dele que dizem que são vida loka, foco força e fé, e essas bosta tudo, mas ouviu uma música e pronto tão lá arrumando treta no twitter achando que tão abalando, enquanto a mãe tá mandando dormir.
    Mas, enfim, é por isso que existem tanto gêneros musicais, porque cada um pode escolher o seu e ser feliz ouvindo o que gosta, o que anda faltando é isso que você falou: respeito. Ultimamente querem impor o que gostam, mas cada um tem sua individualidade. Falei demais, adorei o texto, bj

    ResponderExcluir
  2. É tudo questão de opinião, não é?! Então, acho que Projota virou modinha atualmente sim... Mas claro que existem os fãs "verdadeiros", que sempre gostaram dele. Enfim, cada um tem sua conclusão sobre isso. O que importa mesmo é respeitar.
    Bom, muito obrigada por ler o texto e deixar sua opinião!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com algumas coisas que disse, mas só um OBS: Quando você diz " MAS FAÇAM O FAVOR DE TER UM MÍNIMO DE RESPEITO COM QUEM NÃO GOSTA." e no mesmo texto diz "Quem gasta tempo com isso provavelmente não tem nada pra fazer." você desconstruiu seu argumento. Agrediu a eles também. Sei que não é bem uma afirmação, mas "provavelmente" é bem mais para "sim" do que pra "não", né. Talvez sugerir que façam algo mais útil ao invés de dizer que eles "provavelmente não tem nada pra fazer" seria melhor.
    Mas enfim, não me veja como uma chata que observa erros. Só achei que o texto perdeu credibilidade, no final das contas.

    ResponderExcluir